"O futuro é elétrico"

Conforme o mundo se dirige para um futuro mais sustentável, cada vez mais processos de aquecimento estão mudando para a eletricidade. Essa é a mensagem de Daniel Burton, gerente de negócios da Kanthal® Services, em sua apresentação na CastExpo 2019.

Qual é o foco da sua palestra?

Minha palestra fala sobre eletrificação e as vantagens de mudar do aquecimento com combustível fóssil para o aquecimento elétrico. Na CastExpo, lançamos Daniel Burton, business manager, Kanthal® Servicesduas novas ofertas de serviço, os laboratórios de processo da Kanthal® e a fábrica piloto da Kanthal®, com todos os equipamentos e recursos necessários para testar novas ideias de processo de aquecimento, independentemente do escopo. Nossos centros têm capacidade para encontrar a melhor solução, desde testes de processo na menor escala até testes locais de processo em escala industrial máxima. Também estamos lançando o novo aquecedor elétrico de cadinhos Heliothal™ LT, recomendado para fundições que não precisam das faixas de temperatura mais altas e processam metais não ferrosos, incluindo alumínio, zinco, estanho e chumbo. É uma inclusão sólida, acessível e muito eficiente em nossa linha Heliothal™, que pode pré-aquecer cadinhos de 300 a 1.500 °C (149 a 2.732 °F).

Quais são os benefícios dos sistemas de aquecimento elétrico?

As vantagens do aquecimento elétrico são consideráveis e incluem eficiência, segurança, ambiente de trabalho e sustentabilidade. O aquecimento elétrico é até seis vezes mais eficiente do que o aquecimento a gás, resultando em um consumo de energia muito menor. Isso, por sua vez, reduz custos e minimiza emissões. O uso de eletricidade também é mais seguro, pois há um risco muito menor de incêndio ou explosões. Do ponto de vista da sustentabilidade, o aquecimento elétrico tem potencial para ser 100% neutro em emissões de carbono, caso a energia usada seja gerada por uma fonte renovável. Com relação às emissões, os aquecedores a gás geram NOx e CO2, além do risco de emissão de monóxido de carbono nocivo, enquanto a emissão dessas substâncias com o aquecimento elétrico é zero. O mesmo acontece com a poluição sonora, que é um grande problema ao usar aquecedores a gás, mas não acontece com a eletricidade. O aumento da segurança e a redução do ruído e das emissões contribuem para criar uma grande vantagem de segurança e um ambiente de trabalho muito mais agradável.

Por que os operadores devem pensar em adotar a eletricidade?

A mudança está chegando e, dependendo da sua localização, pode levar mais ou menos tempo, mas acabaremos substituindo os combustíveis fósseis por fontes de energia renováveis. É melhor ser um pioneiro e integrar a tecnologia agora do que ser passado para trás pela concorrência, especialmente porque uma mudança de tecnologia como essa costuma levar anos para se desenvolver e ser implementada. Enquanto isso, o custo de energia elétrica renovável diminui todo ano. Se continuar assim, logo será a maneira mais econômica de aquecer até temperaturas altas.

Do ponto de vista regulamentar, a legislação logo limitará o uso de equipamentos que funcionam com combustíveis fósseis. Isso é especialmente válido na UE, onde novos regulamentos entrarão em cena em um futuro bem próximo. Por exemplo, o pacote de clima e energia de 2020 quer reduzir as emissões em 20%, garantir que 20% da energia da UE venha de fontes renováveis e garantir 20% de melhora na eficiência energética, tudo isso em 2020. Além disso, a norma ISO 14001 exige que as empresas comprovem que estão trabalhando para melhorar seu desempenho ambiental antes de serem certificadas.

O que está impulsionando a transição?

Os operadores querem controlar os sistemas melhor, aumentar a uniformidade de temperatura, ser mais sustentáveis e garantir um ambiente de trabalho seguro. Atualmente, os fornos elétricos superam os fornos a gás e os fornos a combustível fóssil em todas essas áreas.

A mudança radical está próxima. Podemos inclusive começar a perceber isso nos lugares mais inesperados, como no setor de gás e petróleo. Hoje em dia, a grande maioria dos produtores de combustível fóssil está tentando reduzir seu próprio consumo de combustível fóssil e diversificando suas ofertas para incluir soluções renováveis.

Qual é sua visão sobre o futuro do aquecimento?

É elétrico!

Para saber mais com Daniel Burton, visite a CastExpo 2019 em Atlanta, Geórgia, nos dias 27 e 28 de abril às 14h, estande 2155.